Mina Gertrude Loy


The Agony of the Partition; The Crocodile Without Any Tail

Mina Gertrude Loy

Mina Gertrude Loy foi uma poetisa, romancista, artista visual e feminista nascida em Londres, em 27 de dezembro de 1882, cuja obra modernista foi alvo de admiração de escritores como Gertrude Stein, Ezra Pound e T. S. Eliot. Sua obra, infelizmente, recebeu reconhecimento apenas no final de sua vida, por volta da década de 1950. Dentre seus escritos, estão poemas, ensaios, contos e o romance Insel, publicado postumamente, em 1991. Ela também escreveu os roteiros de The Sacred Prostitute e Parturition, ambos em 1914. A autora viveu em diversas cidades da Europa, onde teve contato com outros artistas e escreveu parte de sua obra, mas depois foi viver nos Estados Unidos, primeiro em Nova Iorque e depois em Aspen, Colorado, onde veio a falecer, por conta de uma pneumonia, com 83 anos de idade, e deixando 4 filhos. No ano de 2017, sua obra entrou em domínio público.
 
 
 

Sobre os textos

O conto The Agony of the Partition explora alguns temas presentes em sua obra poética. A história se passa em um alojamento, em que cada morador vive em um cubículo, criando uma proximidade e intimidade até mesmo indesejadas, que fazem a protagonista se sentir sufocada. A narradora conta a história de sua vizinha, Cassandra, cuja derrocada por conta do amor não correspondido de um homem é prevista por sua mãe, que consegue apenas ver a filha sucumbindo à rejeição. The Crocodile Without Any Tail, por outro lado, conta a história de seis crianças que "adotam" um crocodilo como parte de sua família; mas, o que parece ser um conto alegre, tem por trás uma severa crítica ao relacionamento abusivo entre as crianças e o animal, uma vez que elas arrancam os dentes do crocodilo para que ele não possa lhes fazer mal.
 
 
 

Sobre a tradutora

Fernanda Frio é bacharel em Tradução pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Mestre em Estudos da Tradução pela Universidade Federal de Santa Catarina (PGET-UFSC) e doutoranda e bolsista CAPES deste mesmo programa. É membro do grupo de pesquisa GEFLiT – Grupo de Estudos Feministas na Literatura e na Tradução – e sua pesquisa se concentra em tradução teatral e tradução de autoras de língua inglesa. Email: fernandasfrio@gmail.com.

Trecho da tradução

Neste apartamento velho, quartos espaçosos haviam sido divididos em cubículos, onde o falatório distinto dos habitantes, retransmitido tal qual um som repetitivo, se misturava com o ruído de rádios incompatíveis. No momento estava tão silencioso que pensei estar sozinha no lugar. A noite desgovernada de quartos dos fundos em áreas lotadas se aprofundou. A página em que escrevi se tornou opaca; descansando um pouco, olhei para meu teto. O formato, como um monotrilho rumo ao desconhecido, penetrava através de uma parede falsa na visibilidade de outros alojamentos. (Texto completo para download, 561KB)

Como citar esta tradução

LOY, Mina Gertrude. The Agony of the Partition; The Crocodile Without Any Tail. Tradução, prefácio e notas: Fernanda Frio. Acácia – revista de tradução, Florianópolis, v. 1, n. 2, p. 421-468, 2018. ISSN 2592-3915. Disponível em: <http://www.revista-acacia.com.br/2018/02/mina-gertrude-loy>.