Out el Kouloub


Leilet el Qadr - La Nuit de la Destinée

Out el Kouloub

“Out-el-Demerdashiyya foi uma escritora egípcia do início do século XX, tendo adotado como pseudônimo “Out el Kouloub”, que em língua árabe significa “alimento para os corações”. É por esse nome que ela é mais conhecida, e é ele que aparece em todas as suas obras e em trabalhos que citam a autora” (SANTOS, 2018). Não se sabe ao certo o ano em que ela nasceu, algumas fontes dizem 1892, outras, no entanto, afirmam que teria sido 1899. De certo, sabemos que ela nasceu no Cairo e faleceu em 1968, na Áustria ou Itália. Ao longo de sua vida, publicou 8 obras: Au hasard de la pensée (1933), Harem (1937), Trois contes de l’amour et de la mort (1947), Zanouba (1947), Le Coffret hindou (1951), La nuit de la destinée (1954), Ramza (1958) e Hefnaoui le magnifique (1961). Suas obras buscam apresentar a cultura do Cairo através de um olhar de quem nela está inserido.
 
 
 

Sobre o texto

A obra La nuit de la Destinée foi publicada pela editora Gallimard em 1954. Com esse livro, Out el Kouloub parece tentar resgatar em seus compatriotas a memória coletiva composta por suas heranças islâmicas que, ao que parece, se perdia com a colonização. O livro é dividido em seis capítulos, cujos títulos compõem o calendário das principais celebrações islâmicas. Essa obra não tem uma trama centrada em um único personagem, mas se focaliza em ritos gerais islâmicos, ou seja, vivenciados em todo o mundo. La nuit de la destinée foi prefaciada por Émile Dermenghem, orientalista francês e estudioso do Islã. O conto aqui apresentado leva o mesmo nome da obra LEILET EL QADR, sendo esse apresentado em árabe, e nos introduz a essa noite que ocorre alguns dias antes do final do Ramadã e a qual os muçulmanos passam em oração e devoção, esperando pelo sinal de que tudo que se deseja, se realizará.
 
 
 

Sobre a tradutora

Sheila Cristina dos Santos é tradutora e professora de francês. Possui uma graduação em Língua e literatura francesa pela Universidade Federal de Santa Catarina (2016) e mestrado (2018) em Estudos da Tradução pela mesma instituição. Atualmente é doutoranda bolsista CAPES no Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução da Universidade Federal de Santa Catarina, na área de Teoria, Crítica e História da tradução. Seus principais interesses estão voltados para os seguintes temas: Literatura árabe de expressão francesa, Literatura de autoria árabe, Literatura de língua árabe, feminismo árabe.

Trecho da tradução

Ele jamais se revoltou contra o destino: não é ele querido por Deus? Mas em suas orações, às quais ele nunca faltava, pedia a Deus para ajudá-lo a melhor prover à sua família. Depositava também sua esperança em Laylat el Qadr, mas em vão, até o dia em que o milagre enfim se produziu. (Texto completo para download, 642KB)

Como citar esta tradução

KOULOUB, Out El. Leilet el Qadr - La Nuit de la Destinée. Tradução, prefácio e notas: Sheila Cristina dos Santos. Acácia - revista de tradução, Florianópolis, v. 2, n. 2, p. 126-181, 2019. ISSN 2595-3915. Disponível em: <http://www.revista-acacia.com.br/2019/02/out-el-kouloub>.